Alemão deixa escapar ouro por meio pé e Noruega agora lidera quadro de medalhas

A Noruega conquistou mais dois ouros neste domingo e assumiu a liderança no quadro de medalhas dos Jogos de Pyeongchang. O país escandinavo igualou a marca de nove primeiros lugares da Alemanha, mas leva vantagem no número de pratas: 9 a 5.

+Dupla brasileira fecha primeiro dia do bobsled em 27º lugar nos Jogos de Inverno

Mais notícias dos Jogos de Inverno Pyeongchang-2018

O primeiro ouro dos noruegueses do dia veio com Oystein Braaten no esqui estilo livre slopestyle. Ele somou 95 pontos e terminou à frente do norte-americano Nick Goepper, que terminou com a prata, e do canadense Alex Beaulieu-Marchand, bronze.

O outro ouro veio no esqui cross-country 4x100km masculino com o tempo de 1h33min04. O país líder do quadro de medalhas, com 26 pódios no total, terminou à frente da Rússia e da França, prata e bronze respectivamente.

Pode-se dizer também que a Noruega assumiu a liderança do ranking neste domingo por meio pé. Pois foi por essa vantagem que o francês Martin Fourcade derrotou o alemão Simon Schempp nos 15km do biatlo. Os dois cruzaram a linha de chegada lado a lado e foi necessário o photo finish para definir a vencedor.

Pelas regras da competição, o esqui não conta. O que vale é o pé do atleta. Então, na prova em que consiste esquiar por 15 mil metros e atirar em alvos pequenos, o francês ficou com o ouro por meio pé de diferença. A Alemanha tem 18 pódios no total.

O terceiro lugar no quadro de medalhas ainda pertence à Holanda, com seis ouros. O Canadá e os Estados Unidos aparecem logo em seguida, com cinco ouros cada – os canadenses levam vantagem no número de pratas: 5 a 3.

Os norte-americanos, no entanto, protagonizaram outra cena que marcou o dia nos Jogos de Inverno. Gus Kenworthy, do esqui estilo livre slopetyle, ficou fora do pódio, mas comemorou em grande estilo. Enquanto dava entrevista para a televisão, seu namorado o surpreendeu com um beijo na boca.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: