Cenipa investiga queda de aeronave em Itapira durante voo de instrução

Piloto e aluno morreram no acidente com avião bimotor que saiu do Aeroporto dos Amarais, em Campinas. Corpos foram resgatados na tarde deste sábado.

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) iniciou, neste sábado (29), as apurações sobre o que provocou a queda do avião bimotor em uma área de mata em Itapira (SP). A aeronave estava em voo de instrução quando houve o acidente e duas pessoas morreram, entre elas, um instrutor e um aluno. Veja no vídeo o momento exato em que a aeronave cai.

O avião saiu na sexta-feira (28) do Aeroclube de Campinas (SP), no Aeroporto dos Amarais, e os destroços foram encontrados quase 16 horas depois, neste sábado, em uma área rural de Itapira. Segundo o Corpo de Bombeiros, por volta das 9h foram localizados os corpos das vítimas no local.

Estavam na aeronave o piloto Bruno Henrique, de 28 anos, morador de Cosmópolis (SP) e instrutor com pelo menos 2 mil horas de experiência; e o aluno Thiago Zvolanek, 22 anos, de Campinas, que fez uma postagem em rede social quando ainda estava no aeroporto, antes do acidente.

Segundo a assessoria do Cenipa, durante a tarde deste sábado houve recolhimento de destroços e avaliação da área onde houve o acidente. Não há prazo para a conclusão das investigações.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou à EPTV, afiliada da TV Globo, que a situação para voo e manutenção da aeronave estavam dia, uma vez que o certificado de aeronavegabilidade só venceria em novembro de 2020. Já a inspeção anual de manutenção teria validade até outubro.

Uma testemunha gravou o exato momento em que a aeronave cai. “Estava eu com meus amigos, daí de repente passou um avião. De repente ele começou a fazer uns barulhos […] Peguei meu celular, ele [bimotor] deu uma subidinha para cima, de repente começou a falhar o motor e foi girando e caindo. Eu fiquei com dó”, contou o jovem para reportagem.

De acordo com o Márcio Doná, responsável pela comunicação do Aeroclube de Campinas, a aeronave modelo PA-30 perdeu contato com a base na tarde de sexta-feira, por volta das 16h. Após um aviso da aeronáutica sobre um alerta de impacto no avião, iniciaram-se as buscas.

Durante a noite, as autoridades locais suspenderam as atividades, mas uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) com uma ferramenta de visão noturna foi deslocada para auxiliar na procura.

Doná destacou que a aeronave estava com toda a documentação em dia e havia passado por uma vistoria em março. O piloto de outro avião do aeroclube, que havia feito o mesmo trajeto minutos antes, teria alertado o instrutor sobre a presença de muitos urubus na região.

Em nota, o Aeroclube lamentou o acidente e afirmou que está oferecendo toda a assistência necessária e possível aos familiares e amigos das vítimas.

Os corpos foram resgatados na tarde deste sábado e levados para o Instituto Médico Legal de Mogi Guaçu (SP), Por enquanto, não estão definidos os sepultamentos.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*