Corruíra faz ninho em caixa de correio e é registrada por moradores


Durante um mês a família da Ruchele Neves acompanhou de perto o cuidado da ave com os filhotes em Bebedouro (SP). Caixa de correspondência foi ‘casa’ temporária para família de corruíras
Terra da Gente
Entre tantos locais seguros e apropriados para uma ave construir um ninho, a caixa de correio foi o escolhido por uma corruíra para criar os filhotes. E esta “correspondência viva” se tornou o grande presente para a família da Ruchele Neves, de Bebedouro (SP), que durante um mês teve a oportunidade única de acompanhar de perto o desenvolvimento da prole. Para eternizar este momento tão especial, a oficial administrativa decidiu filmar com celular detalhes dos quatro filhotinhos. Dos ovinhos até adquirirem as primeiras penugens, os vídeos revelam a desenvoltura das corruíras.
O amor pelos inquilinos era tão grande que a ave se tornou tema de um trabalho da escola da filha da moradora. E todos os dias eles iam checar na portinha do correio para verificar se eles continuam lá sãos e salvos.

%d blogueiros gostam disto: