Criança com malformação ‘descobre’ brincadeiras após ganhar cadeira de rodas especial

Criança com doença grave ganha presente especial de voluntário em Urupês

Criança com doença grave ganha presente especial de voluntário em Urupês

A alegria, o brilho nos olhos e o sorriso no rosto ficaram ainda mais evidentes depois que a Geovanna, de apenas 2 anos, ganhou uma cadeira de rodas especial. Ela nasceu com uma malformação na coluna e, por isso, não tem o movimento das pernas.

A família da menina é de Urupês (SP) e, mesmo com todas as dificuldades, Geovanna conquistou muita gente. Ela nasceu com hidrocefalia, que é o acúmulo de líquido no cérebro, e com mielomeningocele, uma doença grave que causa deformidade na coluna vertebral.

O carisma a ajudou a ganhar um presente especial que até parece um velotrol. As rodas de uma pequena bicicleta e assento vermelho mudaram sua vida. Na escola, o convívio com os amigos passou a ser diferente. Uma cadeira de rodas especial garantiu a agilidade e integração da pequena nas brincadeiras.

Geovanna ganhou cadeira de rodas especial de voluntário em Urupês (Foto: Reprodução/TV TEM)Geovanna ganhou cadeira de rodas especial de voluntário em Urupês (Foto: Reprodução/TV TEM)

Geovanna ganhou cadeira de rodas especial de voluntário em Urupês (Foto: Reprodução/TV TEM)

“Quando ela nasceu já teve de fazer uma cirurgia na coluna, ficou 20 dias na UTI, e entramos em desespero, não podia trazer ela embora para casa e não sabíamos como seria o futuro dela”, afirma a mãe Williana da Silva Azevedo.

Durante os primeiros meses de vida, os diagnósticos não foram positivos. Cada especialista apontava um problema diferente como baixa visão, atraso neurológico, dificuldade na fala. Só que, aos poucos, a Geovanna superou as expectativas da medicina.

“No começo falavam que ela não ia andar, não ia enxergar, muita coisa não iria fazer. Mas ela demostrou aos poucos a sua capacidade”, afirma o pai, Marcos de Carvalho Guimarães.

De todos os problemas, o único aparente é a falta de mobilidade. Aos 2 anos, a Geovanna teve que se acostumar com a vida sobre uma cadeira de rodas. Essa era preocupação dos pais quando ela teve que ir para escola.

“Como ela não anda, ficamos com medo porque é um monte de criança correndo, com a professora, medo de ela cair e se machucar, não se adaptar”, afirma a mãe.

Antes, Geovanna usava uma cadeira de rodas comum (Foto: Reprodução/TV TEM)Antes, Geovanna usava uma cadeira de rodas comum (Foto: Reprodução/TV TEM)

Antes, Geovanna usava uma cadeira de rodas comum (Foto: Reprodução/TV TEM)

Ela foi matriculada em uma escola municipal em Urupês. Receber uma aluna com problema de mobilidade também causou preocupação no colégio. Ela é a única criança que precisa usar cadeira de rodas.

“A gente se preocupava como ia ser a qualidade de vida na escola. Tudo que é novo dá medo, mas aos poucos fomos nos adaptando e entendendo as dificuldades e necessidades dela”, afirma a diretora Eliane dos Santos Padilha.

Mas a cadeira de rodas comum não facilitava a vida da pequena aluna no colégio. Então, a diretora da escola não pensou duas vezes. Geovana tinha que ter uma cadeira especial e ela encontrou o modelo vendo uma reportagem na televisão. A cadeira custa R$ 1,8 mil.

“Pensamos em fazer uma rifa, uma doação, algo para arrecadar o dinheiro para adquirir a cadeira. Mas a primeira pessoa que falamos sobre o caso disse que compraria a cadeira”, afirma.

A cadeirinha foi doada por um empresário da cidade que não quer aparecer. Quando o presente chegou todo mundo ficou eufórico. O primeiro contato dela com a cadeirinha foi gravado pelas funcionárias da escola. Agora ela não depende mais de ninguém para ir e vir e pode passear por toda a escola.

Menina de 2 anos ganhou cadeira de rodas especial em Urupês (Foto: Reprodução/TV TEM)Menina de 2 anos ganhou cadeira de rodas especial em Urupês (Foto: Reprodução/TV TEM)

Menina de 2 anos ganhou cadeira de rodas especial em Urupês (Foto: Reprodução/TV TEM)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*