Emanuel planeja reforma para cortar gastos e extinguir pastas

Emanuel Pinheiro

Emanuel Pinheiro Gazeta Digital

“Quero fechar com chave de ouro minha gestão”, afirma o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB). O gestor anunciou que irá encaminhar a reforma administrativa para a Câmara de Vereadores na próxima semana e há previsão de mudanças e cortes. Garantiu que não haverá aumento de despesas.

 

Leia também -Vídeo mostra ex-candidato dando tapa na cabeça de criança

 

Em evento, na manhã de quinta-feira (1), o prefeito manteve suspense quanto as medidas adotadas na proposta e pontuou que está fechando o projeto. Ainda não decidiu sobre todos os pontos as serem modificados.

 

“Estou encaminhando para a Câmara semana que vem. Tem novidades boas por aí. Posso garantir o seguinte: pode ter extinção de secretaria, pode ter criação de secretarias, mas não vai ter gasto a mais. Se eu criar secretaria, será com o mesmo gasto que tem hoje ou até um pouquinho menor. Se extinguir secretaria não vou aumentar um centavo no custo da máquina em virtude dessa reforma administrativa”, assegurou.

 

Questionado se haverá mudança de secretariado, o prefeito desconversou. Ele se limitou a responder que “pode ser, estou decidindo essa semana”.

 

A exatos 18 meses do fim do mandato, o político está preocupado com o equilíbrio das contas e cumprimentos de metas prometidas em campanha. Honrar os compromissos é o objetivo do emedebista, segundo ele.

 

“Fechar com chave de ouro o último 1 ano e meio da gestão Emanuel Pinheiro. Cumprir os compromissos, as metas e deixar um legado. Ajustar máquina a esses compromissos com a sociedade cuiabana, as metas, os objetivos, dar uma dinâmica melhor, equilibrar as contas”, declara.

 

Cuiabá conta com 21 secretarias e alguns secretários têm cargos cumulativos, como Luiz Possas de Carvalho, que é procurador do Município e responsável pela Saúde. A pasta foi alvo da Operação Sangria e teve o então gestor, Huark Correa, preso acusado de fraude em licitações de desvio de recursos.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: