Filipinas: moradores se preparam para chegada de supertufão

Trabalhadores retiram outdoor em preparação para chegada do Tufão Mangkhut

Trabalhadores retiram outdoor em preparação para chegada do Tufão Mangkhut Reuters

A quarta-feira (12) começou em estado de alerta nas Filipinas. O arquipélago — que é formado por mais de 7 mil ilhas, próximo à Malásia e Taiwan — se prepara para a chegada do tufão Mangkhut, classificado como um supertufão de categoria 5 pelo Centro de Alerta de Tufão dos Estados Unidos.

A previsão é que ele atinja as províncias costeiras de Cagayan e Batanes no próximo sábado (15), provocando fortes chuvas e inundações.

Durante a manhã desta quarta-feira, outdoors foram retirados para evitar que sejam levados pelo vento. Funcionários da Agência de Desastres Filipinos se reuniram em Manila para traçar estratégias para preparar a população para a chegada do Mangkhut.

Leia também: Avião com 165 pessoas a bordo faz pouso forçado nas Filipinas

De acordo com o subsecretário de Defesa Civil das Filipinas, Ricardo Jalad, equipamentos que podem ser usados para socorrer possíveis vítimas já foram enviados para as cidades que podem ser severamente atingidas. Outras unidades de emergência estão à caminho e devem chegar nos próximos dias.

“Estamos nos preparando para o pior cenário em lugares que realmente podem ser atingidos pelos ventos fortes, que podem derrubar casas mal construídas, tempestades, chuvas fortes e inundações. Nos lugares mais altos, estamos nos preparando para possíveis deslizamentos de terra”, disse Jalad.

Durante a reunião também foi discutido o pré-posicionamento dos equipamentos de socorro. O Departamento de Previdência Social e Desenvolvimento ainda considera a possibilidade de adicionar, ou pré-posicionar, equipamentos extras, além de equipamentos de comunicação via satélite.

O tufão Mangkhut, que está sendo chamado de Ompong pelos filipinos, contém ventos máximos de 205 quilômetros por hora e tem um diâmetro de 900 quilômetros. O tufão está atualmente a cerca de mil quilômetros da ilha mais ao leste do arquipélago de Samar.

Mais de 20 tufões atingem as Filipinas todos os anos durante a temporada de chuvas que começa no fim de maio e termina em dezembro. Mangkhut vai ser o 15º desde janeiro de 2018.

Em agosto deste ano, pelo menos 340 mil filipinos tiveram que deixar suas casas por conta das inundações causadas pela tempestade tropical Yagi nas regiões central e norte do país.

Do total de deslocados, apenas 842 pessoas recebem atendimento nos centros de evacuação, segundo dados do Departamento de Bem-estar Social e Desenvolvimento.

Praias, cavernas e patrimônios da Unesco encantam nas Filipinas:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: