Homem que enviou 16 bombas nos EUA vai se declarar culpado

Sayoc pode ser condenado a prisão perpétua

Sayoc pode ser condenado a prisão perpétua Reprodução/edition.cnn.com

César Sayoc, apontado como autor do envio de 16 pacotes-bomba de fabricação caseira a 13 figuras públicas, entre elas o ex-presidente Barack Obama e a ex-secretária de Estado, Hillary Clinton, se declarará culpado na próxima semana, de acordo com sumário do seu julgamento.

Esse sumário indica que o depoimento de Sayoc diante do juiz previsto para o próximo dia 21 de março para os preparativos do julgamento foi mudado para que o réu faça uma declaração que, segundo fontes judiciais consultadas pela Agência Efe, será de culpabilidade.

O grande júri federal dos Estados Unidos indiciou Sayoc no último dia 9 de novembro por 30 acusações e se desconhece sobre quantas assumirá sua responsabilidade.

Seis dias depois do indiciamento, Sayoc, de 56 anos, se declarou inocente de todas as acusações diante do juiz Jed Rakoff da Corte Federal de Manhattan.

Entre os crimes pelos quais foi indiciado estão o uso de uma arma de destruição em massa — pelo qual poderia ser condenado à prisão perpétua —, o transporte de explosivos entre estados — que pode condená-lo a até 20 anos — e o uso ilegal do correio, que pode ser punidos com mais 10 anos na prisão.

Sayoc está sendo acusado pelo envio de pacotes-bomba a Obama, Hillary, ao ex-diretor da CIA, John Brennan, ao magnata George Soros e ao ator Robert De Niro.

Além disso, enviou bombas caseiras ao ex-vice-presidente Joe Biden; ao ex-procurador-geral Eric Holder; aos congressistas Maxine Waters, Cory Booker, Kamala Harris e Debbie Wasserman, assim como ao filantropo democrata Thomas Steyer, entre outros.

Nenhum dos pacotes, que foram enviados pelo Serviço Postal, explodiu nem causou danos físicos aos destinatários, todos de tendência democrata.

Sayoc foi detido em 26 de outubro do ano passado em Plantation, na Flórida, uma semana depois que as autoridades interceptaram o primeiro pacote, destinado a Soros.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: