Jovem de 21 anos é apontado como atirador do Texas

Atirador foi registrado por câmeras de segurança do centro comercial

Atirador foi registrado por câmeras de segurança do centro comercial Reprodução

Patrick Crusius, um jovem de 21 anos foi preso e apontado pelas autoridades americanas como o responsável por um ataque a tiros em um centro comercial de El Paso, cidade distante 920 km de Austin, capital do estado americano do Texas, neste sábado (3).

Leia mais: Hospitais recebem 22 feridos após atentado a tiros no Texas

O ataque deixou dezenas de feridos e até o momento a polícia ainda não divulgou o número de vítimas fatais. Familiares foram levados para uma escola próxima do local, onde foi montado um centro de apoio. 

Equipes do FBI, a polícia federal americana, e da polícia local continuam realizando investigações e vasculhando o centro comercial em busca de pistas para apurar os motivos do ataque.

Vídeos que circulam nas redes sociais mostram dezenas de policiais e equipes de resgate atuando no local.

O presidente Donald Trump lamentou o ataque e disponibilizou equipes federais para prestarem apoio ao governo de El Paso. Trump também viu suas redes sociais serem bombardeadas por pessoas pedindo que o governo reveja a política de armas nos EUA.

Já o Governador do Estado do Texas,  publicou uma nota lamentando o episódio, classificado por ele como “um ato hediondo e sem sentido de violência”.  Além dele outras autoridades também falaram sobre o ataque.

El Paso é uma das cidades mais populosas dos Estados Unidos, e segundo dados censitários, 76% da população é formada por imigrantes. Ainda não há informações sobre os motivos ou circunstâncias que provocaram o ataque.Um j

Dois hospitais receberam ao menos 22 pessoas feridas a tiros,  entre elas um bebê de 4 meses, após um ataque a tiros em um centro comercial de El Paso, cidade distante 920 km de Austin, capital do estado americano do Texas, neste sábado (3).

Algumas pessoas estão em estado grave e os hospitais pedem voluntários para doação de sangue. Até o momento a polícia local ainda não divulgou o número de vítimas fatais no ataque.

Familiares das vítimas foram levadas para uma escola próxima do local, onde foi montado um centro de apoio. Um homem de 21 anos foi preso suspeito de envolvimento no ataque.

Equipes do FBI, a polícia federal americana, e da polícia local continuam realizando investigações e vasculhando o centro comercial em busca de pistas para apurar os motivos do ataque.

Vídeos que circulam nas redes sociais mostram dezenas de policiais e equipes de resgate atuando no local.

O presidente Donald Trump lamentou o ataque e disponibilizou equipes federais para prestarem apoio ao governo de El Paso. Trump também viu suas redes sociais serem bombardeadas por pessoas pedindo que o governo reveja a política de armas nos EUA.

Já o Governador do Estado do Texas,  publicou uma nota lamentando o episódio, classificado por ele como “um ato hediondo e sem sentido de violência”.  Além dele outras autoridades também falaram sobre o ataque.

El Paso é uma das cidades mais populosas dos Estados Unidos, e segundo dados censitários, 76% da população é formada por imigrantes. Ainda não há informações sobre os motivos ou circunstâncias que provocaram o ataque.

Equipes da polícia e de resgate atuavam no local dos disparos

Equipes da polícia e de resgate atuavam no local dos disparos Reprodução Twitter

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: