Justiça amplia mandato de governo interino da Bolívia

Carlos Garcia Rawlins/ Reuters – 13.11.2019

O Tribunal Constitucional da Bolívia aprovou nesta quarta-feira (15) a ampliação do mandato do governo interino de Jeanine Áñez e também dos atuais integrantes do Congresso até maio, quando o país volta às urnas para repetir a polêmica eleição de outubro do ano passado.

Leia mais: Evo Morales fugiu ‘de maneira covarde’, diz Jeanine Áñez

Os juízes do órgão analisaram e deram sinal verde a um projeto de lei enviado pelo Senado para estender os mandatos dos integrantes do Executivo e do Legislativo que, sem o pleito de outubro, acabariam no próximo dia 22 de janeiro.

Jeanine assume presidência

A senadora de oposição Jeanine Añez assumiu em novembro do ano passado a presidência interina da Bolívia após Evo Morales renunciar ao cargo por pressão militar e de militares.

Leia também: Presidente interina promulga lei que convoca novas eleições na Bolívia

Na ausência do presidente do país e do vice, Añez, vice-presidente do Senado, primeiro tomou a presidência da casa, que também estava vaga, para em seguida assumir como chefe de Estado.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: