Justiça determina nova eleição do Sindirodoviários após suposta denúncia de fraude na apuração

Folha Vitória

Folha Vitória Folha Vitória

Nova eleição deve ocorrer no começo de outubro deste ano | Foto: reprodução

Diante da suspeita de fraude, a eleição para a decisão da chapa que iria comandar o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Espírito Santo (Sindirodoviários) ganhou um novo cenário na Justiça. A anulação da última eleição ocorrida no dia 13 de julho deste ano, aconteceu após uma denúncia de fraude no processo eleitoral, que por sua vez, teria favorecido a Chapa 3.

De acordo com o atual presidente da Chapa 3, Miguel Ferreira Leite, a Chapa 1 teria realizado o processo de votação de maneira incorreta e inadequada. A votação teria acontecido fora dos terminais da Grande Vitória e de maneira errada, gerando transtornos e desconfiança.  

Segundo ele, a Chapa 1 teria percebido que perderia a votação e resolveu conduzir as urnas para o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do ES, localizado em Vitória. Por este motivo, o fato gerou confusão e foi resolvido na delegacia. Em busca de solução, o caso foi encaminhado para a Justiça do Trabalho de Vitória.

O presidente da Chapa 3, afirmou que após 30 dias do acontecimento, houve uma audiência, onde ficou acordado pela juíza do Trabalho o acordo de realizar uma nova eleição. “Aceitamos uma nova disputa. Entendemos que essa nova votação será mais rápida do que aguardamos a decisão na justiça. Na última reunião, ficou acertado que a data da votação seria no dia 03 de outubro, mas a data oficial só será confirmada após a nota de decisão do Sindicato.

Miguel afirma, que permanece como o presidente da Chapa 3. Que neste momento eles buscam a intensificação das campanhas. Miguel contou, que a próxima votação deve acontecer no começo de outubro. Segundo ele, teria ficado definido, que a votação e a apuração fossem realizadas de dentro dos Terminais da Grande Vitória.

Em nota, a assessoria do Sindirodoviários confirmou a anulação da eleição realizada no dia 13 de julho deste ano, pela Justiça do Espírito Santo. Segundo a nota recebida pelo jornal online Folha Vitória, a denúncia de fraude foi realizada por parte da Chapa 3. O sindicato dos rodoviários não confirmou a data da nova eleição.  

A assessoria informou ainda que o caso foi analisado pela Juíza da 5º Vara do Trabalho de Vitória, que acolheu o acordo levado a efeito com novas vistas para a realização de uma nova votação.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: