Justiça prorroga prisão de suspeitos de roubar ouro em Guarulhos

O TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) decidiu prorrogar, nesta quinta-feira, as prisões temporárias de três suspeitos no roubo de 718 kg de ouro do terminal de cargas do aeroporto internacional André Franco Montoro, em Guarulhos, na Grande São Paulo.

Segundo a Polícia Civil de São Paulo, o trabalho de investigação “prossegue para identificar outros envolvidos. Novos detalhes sobre as apurações acontecerão em momento oportuno. O procedimento visa preservar a investigação e evitar desvios na linha de trabalho”.

Roubo

Na tarde de 25 de setembro, um grupo de assaltantes levou cerca de três minutos para roubar 718,9 kg de ouro, no Terminal de Carga e Exportação. A carga, estimada em R$ 120 milhões, seria embarcada em aviões para Zurique, na Suíça, e Nova York, nos Estados Unidos, segundo o aeroporto.

Minutos depois, as polícias Militar, Civil e Federal se reuniram em uma sala de crise, no próprio aeroporto, para discutirem rota de fuga dos suspeitos, possível prisão dos envolvidos e recuperação da carga. Quatro carros foram utilizados para o roubo milionário, e dois, que eram viaturas clonadas da PF, foram apreendidos.

A ação, considerada cinematográfica, não deixou feridos e nenhum tiro foi disparado.

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: