Mês do aleitamento materno: conheça os alimentos que causam cólica no bebê

Foto: Divulgação / Pexel

Folha Vitória

Folha Vitória Folha Vitória

Bebê não nasce com intestino pronto e acaba se tornando sensível ao que ingere, através do leite materno

Não tem coisa que enlouquece mais uma mãe do que ver seu bebê se contorcendo de cólica. Ele chora sem parar, fecha a mãozinha e faz os pais ‘perderem o fôlego’. Apesar de estar presente na maior parte dos bebês até, geralmente, os seis meses de vida, a cólica pode ser amenizada com algumas atitudes importantes tomadas pela mãe. 

A nutricionista Danielly Serrano lembra que o bebê não nasce com seu intestino pronto e acaba se tornando sensível ao que ingere, através do leite materno. Por isso, as mães que estão amamentando devem ter todo cuidado possível com a alimentação para não transferir através do leito substâncias que causam cólica.

“Corante, aromatizantes, temperos e molhos picantes podem provocar cólica e até trazer problemas em longo prazo para o bebê. A mulher que amamenta também deve evitar alimentos embutidos, sucos industrializados e bebidas com gás, mesmo que seja água gaseificada”, destaca Danielly.

Chocolate também está na lista dos alimentos que não devem ser ingeridos por causa da gordura e do leite. E além disso, é fundamental que a mulher tenha atenção à quantidade de tudo o que ingere. “Às vezes a mãe acha que o problema está no alimento, mas na verdade está na quantidade excessiva que ela come”, ressalta a nutricionista.

A intolerância intestinal varia de criança para criança, por isso há alimentos que podem causar a temida cólica em alguns bebês. A mãe deve observar a reação do bebê. Se a dor potencializar após ela ingerir determinado alimento, é melhor suspender o uso. Danielly cita alguns: leite, ovo, feijão, couve, repolho, batata doce e brócolis.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: