Movimentos sociais, sindicais e estudantis pedem a saída de Temer em atos na Av. Paulista

Manifestantes se reuniram no vão livre do Masp e caminharam até a sede da presidência da república. Protesto foi encerrado por volta das 22h.

Movimentos sociais, sindicais e estudantis protestaram contra o presidente Michel Temer (PMDB) na Avenida Paulista, em São Paulo, nesta quinta-feira (18). Os atos, convocados pelas redes sociais, pediam a saída do presidente e eleições gerais.

Desde as 17h um grupo de pessoas ocupava o vão livre do Masp com bandeiras e cartazes contrários ao governo. Depois, os manifestantes caminharam em direção ao escritório da Presidência da República em São Paulo, na esquina com a Rua Augusta. Os dois lados da via chegaram a ficar totalmente interditados. A via foi liberada por volta das 22h, quando o protesto foi encerrado.

Policiais militares fechavam a frente do prédio. Lojas próximas fecharam suas portas por precaução.

Por volta das 20h50, novos manifestantes se encontraram com o primeiro grupo de manifestantes. Eles bloquearam a pista sentido Paraíso da avenida.

Os protestos foram convocados pela frentes de mobilização Povo Sem Medo e Brasil Popular, que reúnem mais de 30 movimentos sociais e sindicais, dentre eles o MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto), e pelo coletivo Não fechem minha escola.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: