Posto de saúde da Tristeza começa a funcionar com horário estendido

Atendimento em horário estendido começou nesta segunda-feira, no bairro Tristeza Crédito: Cristine Rochol / PMPA / CP

Atendimento em horário estendido começou nesta segunda-feira, no bairro Tristeza Crédito: Cristine Rochol / PMPA / CP Correio do Povo – Cidades

A Unidade de Saúde Tristeza, localizada na avenida Wenceslau Escobar, na zona Sul da Capital, passou nesta segunda-feira a atender em horário estendido até as 22h. É a terceira unidade a operar dessa forma em Porto Alegre. A previsão é que 50 pacientes sejam atendidos a cada noite no posto. A equipe é composta de quatro médicos, um dentista, duas enfermeiras, três técnicas de enfermagem e um auxiliar de saúde bucal. As primeiras unidades de saúde a estender o horário foram a São Carlos, no bairro Agronomia, e a Modelo, no Santana, que ampliaram os horários respectivamente em março e em abril de 2017. Desde o início da operação, a média de atendimentos no horário entre 18h e 22h totalizou 2,3 mil consultas médicas por mês. No total, foram realizadas mais de 28 mil consultas médicas no turno estendido. O prefeito Nelson Marchezan Júnior participou do lançamento do turno estendido e ressaltou que a decisão vai ao encontro do que vem sendo praticado no mundo. “Trabalhamos com a lógica de facilitar a vida do cidadão, disponibilizando locais de fácil acesso para que lá seja possível atender e resolver seus problemas, sem que seja necessário buscar um hospital”, explicou. O secretário municipal da Saúde, Erno Harzheim, observou que nos postos abertos com horário estendido é oferecido atendimento médico e odontológico, além de vacinas e coleta de exames. Quem pode consultar Localizada na zona Sul, a UBS Tristeza vai atender 21 bairros da região em horário estendido: Belém Novo, Belém Velho, Camaquã, Campo Novo, Cavalhada, Cristal, Espírito Santo, Guarujá, Hípica, Ipanema, Lageado, Lami, Nonoai, Ponta Grossa, Restinga, Serraria, Teresópolis, Tristeza, Vila Assunção, Vila Conceição e Vila Nova. Das 7h às 18h, o atendimento permanece normal, apenas para o público de referência da unidade. Entre 18h e 22h, pacientes que forem ao posto serão atendidos por ordem de chegada, ou seja, sem necessidade de agendamento. A zona Sul é a área que vem registrando maior crescimento na população entre as 17 regiões administrativas de Porto Alegre, conforme estudo do Observatório da Cidade de Porto Alegre (ObservaPoa). O levantamento da prefeitura mostra que entre 2000 e 2010, houve alta de 22,8%. Segundo os dados oficiais do ObservaPoa, a zona Sul soma mais de 83 mil habitantes. De acordo com a Prefeitura, oito em cada dez pacientes que vão a postos de saúde podem ter o caso resolvido na hora pelos médicos de família. Apenas 20% exigem médico especializado. Nesses casos, o procedimento é feito na hora. A pessoa sai com um ticket, com o número do cartão SUS e já pode consultar o andamento da requisição no site da prefeitura.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: