Sanções dos EUA não prejudicam economia russa, diz ministro

O ministro da Economia russo, Anton Siluanov

O ministro da Economia russo, Anton Siluanov Maxim Shipenkov/ EFE

Mais sanções norte-americanas prejudicam as relações bilaterais entre Moscou e Washington, mas o sistema financeiro da Rússia é resistente a pressões externas, afirmou o ministro da Economia do país, Anton Siluanov, neste sábado (3).

O presidente dos EUA, Donald Trump, impôs outra rodada de sanções contra a Rússia, pelo envenenamento de um antigo espião no Reino Unido, disse a Casa Branca, na sexta-feira (2).

“A economia da Rússia já se provou resistente a restrições externas nos últimos anos”, disse Siluanov.

Leia mais:

Ameaça nuclear: Os riscos que corremos sem acordo EUA-Rússia

EUA se retiram de tratado de mísseis que pôs fim à Guerra Fria

“Em relação às dívidas pública e corporativa, estamos confiantes que o sistema financeiro que criamos nos permitirá cumprir com as necessidades do orçamento e empreendimentos em recursos emprestados.”

O Departamento do Estado dos EUA disse, em comunicado, que, com a nova rodada de sanções, Washington estará contra a extensão de qualquer empréstimo ou assistência financeira ou técnica à Rússia por instituições financeiras internacionais.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: