Sobe para 50 o número de mortos em ataques na Nova Zelândia

Subiu para 50 número de mortos em ataques a mesquitas na Nova Zelândia

Subiu para 50 número de mortos em ataques a mesquitas na Nova Zelândia Martin Hunter/EFE – 15.03.2019

Subiu para 50 o número de mortos nos disparos em massa em duas mesquitas de Christchurch, na Nova Zelândia. O ataque ocorreu na última sexta-feira (15).

O número de feridos também aumentou para 50, de acordo com o comissário de polícia do país, Mike Bush. Desses, 36 permanecem no hospital, sendo que dois estão em estado crítico.

Leia mais: Primeira-ministra promete ampliar controle de armas na Nova Zelândia

O suposto autor do massacre, o australiano Brenton Harris Tarrant, de 28 anos, prestou depoimento mais cedo em um tribunalCom roupa branca de presidiário e com algemas nas mãos e nos pés, fez um gesto com as mãos próprio dos grupos de supremacia branca, enquanto era levado por dois policiais para o tribunal.

De acordo com a CNN, Tarrant foi acusado de um homicídio. Autoridades disseram que mais acusações seriam feitas. O australiano foi preso em custódia e deve reaparecer no tribunal no dia 5 de abril. O comissário de polícia disse, ainda, que três outras pessoas que foram inicialmente detidas não estavam envolvidas nos tiroteios.

Os ataques ocorreram em duas mesquitas situadas no centro de Christchurch, maior cidade da Ilha Sul do país, no momento da oração muçulmana de sexta-feira. As autoridades se recusaram a discutir possíveis motivos para o ataque, mas um manifesto de 87 páginas do suspeito, também publicado nas redes sociais pouco antes do início dos disparos, foi preenchido com discursos anti-imigrantes e antimuçulmanos.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: