Tigre-dentes-de-sabre possuía patas longas e caninos de até 30 centímetros


Na primeira parte da série Megafauna do Cerrado, um carnívoro extinto há 15 mil anos. Os caninos eram “armas” poderosas nas caçadas do tigre
Ilustração: Maurilio Oliveira
No dia 11/09 é comemorado o Dia Nacional do Cerrado, uma maneira de ressaltar a importância de conservar e proteger a diversidade desse bioma tão singular do nosso país. O segundo maior ecossistema brasileiro é considerado berço das águas e tem papel importante no abastecimento e manutenção de uma rica biodiversidade. Isso porque a região abriga reservas subterrâneas de água doce que abastecem bacias hidrográficas como Amazonas, Tocantins/Araguaia, São Francisco, Paraná e Paraguai.
No entanto, o bioma também ganha destaque quando o assunto é terra: descobertos em grutas e cavernas, em baixo de camadas de solo, fósseis de animais pré-históricos relatam que o Cerrado foi habitat para a chamada “megafauna”.
Entre os animais de grandes porte, extintos há 15 mil anos, está o tigre-dentes-de-sabre (Smilodon populator), a primeira espécie da série “Megafauna do Cerrado”. Preguiças gigantes também eram caçadas pelo carnívoro
Ilustração: Maurilio Oliveira
Comum da América do Norte, o tigre foi uma das espécies vindas pelo “intercâmbio faunístico” até a América do Sul. Aqui, habitou estados como Ceará, Paraíba, Bahia, Brasília, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais. Parecido com um lince, mas em grandes proporções, a espécie apresentava patas longas, cauda curta e caninos superiores de até 30 centímetros, a “arma” infalível nas caçadas do carnívoro. Solitários ou em grupos, caçavam porcos-selvagens, preguiças-gigantes, bisões e cavalos. A mordida ganhava potência com a capacidade de abertura total da mandíbula. Vítima de bruscas mudanças climáticas, a espécie foi extinta junto com outros animais da megafauna, período que coincidiu com a chegada do homo sapiens.
Muitos fósseis da megafauna foram encontrados em cavernas e grutas de Minas Gerais
Ilustração: Maurilio Oliveira

%d blogueiros gostam disto: