Tribunal determina mínimo de 50% em frota do transporte urbano da região de Campinas nesta sexta-feira

Liminar foi concedida ao sindicato das empresas por desembargador, na tarde desta quinta-feira. Uma das entidades representativas de funcionários diz que vai avaliar decisão.

Uma liminar obtida pelo sindicato das empresas transporte metropolitano da Região Metropolitana (SetCamp) obriga as entidades representativas dos trabalhadores do setor nas áreas de Campinas e Americana a manter 50% da frota nesta sexta-feira (28). A decisão é do desembargador Henrique Damiano, do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região, que defende necessidade de equilíbrio.

“Entendo ser necessário assegurar um percentual mínimo de circulação da frota, pelo que defiro, parcialmente, a liminar pleiteada e determino que que seja mantido no mínimo 50% da frota e estrutura necessária em todas as linhas durante todo período em que perdurar a greve”, diz texto.

Na decisão, o desembargador estipulou que, caso haja descumprimento, os sindicatos dos funcionários receberão multa de R$ 100 por trabalhador que faltar para cumprimento do percentual estabelecido. Se houver aplicação da penalidade, a destinação do valor será decidida posteriormente, informa texto da liminar concedida nesta tarde.

O diretor do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Campinas e região, José Aparecido Donizette Claro de Aguiar, informou que a categoria fará uma reunião para discutir o que será feito durante a mobilização prevista para sexta-feira.

O G1 não conseguiu contato com o Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Americana e região até a publicação desta reportagem.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*