Vídeo mostra ladrões roubando armas e munição de empresa de segurança em SP

Dois homens chegaram a pé e renderam quatro funcionários. Ninguém foi preso e a polícia vai analisar imagens de câmeras para identificar os criminosos.

Uma empresa de segurança e vigilância foi assaltada na noite desta segunda-feira (1º), na Zona Norte da cidade de São Paulo, Segundo a Polícia Civil, dois homens com armas de calibre 38 chegaram a pé e renderam quatro funcionários. Eles levaram armas, munições e coletes à prova de balas.

O SPTV obteve o vídeo de câmeras de segurança que mostram o momento em que os dois ladrões entram na sala e fazem o vigilante refém. Os bandidos estão carregando mochilas grandes. Os três vão para o cofre onde estão guardadas as armas.

Os ladrões começam a pegar o que encontram pela frente: espingardas, revólveres munição e coletes à prova de balas. O vigilante, que está de verde, disse que foi obrigado a ajudar, colocando as armas dentro das sacolas. O assalto durou cinco minutos. Na saída, os ladrões trancaram o vigilante no cofre. Na imagem, os dois bandidos estão indo embora, com as mochilas lotadas de armas.

A empresa fica em Pirituba, Zona Norte da Capital. O vigilante trabalha há três meses na empresa e contou à polícia que os dois homens tocaram a campainha. Ele deduziu que eram as equipes novas e por isso abriu o portão. Um dos bandidos o chamou pelo nome e disse: “Já sabemos que você está de serviço. A fita está dada! Só viemos buscar as armas”.

Na hora do roubo, outros seis funcionários estavam na empresa. Eles disseram que só souberam do assalto depois que o colega que ficou trancado no cofre começou a bater na porta. Na tarde desta terça-feira (3), eles voltaram à delegacia para prestar novos depoimentos.

A polícia disse que os bandidos levaram um total de 50 armas, entre espingardas calibre 12 e revólveres calibre 38. Os investigadores dizem que apenas dois homens entraram na empresa – os dois que aparecem nas imagens – mas acreditam que a quadrilha seja bem maior.

Um funcionário contou que na fuga, os bandidos atiraram para assustar quem estava dentro da empresa.

“A gente foi surpreendido com um barulho de um dos tiros, aconteceu do lado de fora da empresa. Aí, um falou que era tiro, outro falou que era bomba. Depois veio mais dois estampidos, aí que a gente entendeu que era realmente tiro e todo mundo ficou preocupado com o operacional, com o vigia que estava na parte de cima da empresa, achando que tinha acontecido alguma coisa com eles”, disse o funcionário.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*