Vídeo mostra momento da queda de aeronave durante voo de instrução em Itapira; assista

Piloto e aluno morreram no acidente com avião que saiu do Aeroporto dos Amarais, em Campinas. Testemunha diz que ouviu ‘estalos’ antes de bimotor cair.

Imagens obtidas pela EPTV, afiliada da TV Globo, mostram o momento exato da queda do avião bimotor que saiu na sexta-feira (28) do Aeroclube de Campinas (SP), no Aeroporto dos Amarais, e foi encontrado quase 16 horas depois, neste sábado (29), em área de mata em Itapira (SP). A aeronave estava em um voo de instrução quando ocorreu o acidente. Duas pessoas – um instrutor de voo e um aluno – morreram.

A Defesa Civil confirmou que as imagens são de fato do momento da queda desse avião. O vídeo foi feito nas proximidades da área rural oande os destroços foram localizados e, depois, compartilhado em redes sociais.

Uma testemunha que pescava próximo ao local do acidente contou que viu o momento da queda e ouviu alguns estalos. “Ele começou a dar uns estalos, passou perto, forçando já. Deu de parar no ar, parou com a asa em cima, aí, ele já veio de bico pra baixo”, relatou.

Uma das vítimas era Bruno Henrique, piloto e instrutor de voo com mais de duas mil horas de experiência, que morava em Cosmópolis e tinha 28 anos. A segunda vítima era o aluno Thiago Zvolanek, de Campinas, que tinha 22 anos.

O avião Twin Comanche decolou do aeroclube de Campinas (SP) na tarde de sexta e caiu em uma área de mata na zona rural de Itapira (SP). Duas pessoas estavam a bordo da aeronave: um piloto instrutor de voo e um aluno, que fazia a aula.

De acordo com o Márcio Doná, responsável pela comunicação do Aeroclube de Campinas, a aeronave modelo PA-30 perdeu contato com a base na sexta por volta das 16h. Após um aviso da aeronáutica sobre um alerta de impacto no avião, iniciaram-se as buscas.

Durante a noite, as autoridades locais suspenderam as atividades, mas uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) com uma ferramenta de visão noturna foi deslocada de Campo Grande para auxiliar na procura.

Segundo Doná, a aeronave estava com toda a documentação em dia e havia passado por uma vistoria em março. O piloto de outro avião do aeroclube que havia feito o mesmo trajeto minutos antes teria alertado o instrutor sobre a presença de muitos urubus na região.

Em nota, o aeroclube lamentou o acidente e afirmou que está oferecendo toda a assistência necessária e possível aos familiares e amigos das vítimas.

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), órgão da Aeronáutica afirmou que agora, com a confirmação da queda, uma equipe será enviada ao local para iniciar os procedimentos de investigação.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*